A Instituição

O Secretariado Diocesano de Liturgia foi criado por Decreto episcopal de 23 de Maio de 1989, com sede provisória na Casa Episcopal, integrando as secções de Pastoral Litúrgica, Música Sacra e Arte Sacra.

O Departamento dos Bens Culturais da Igreja organizou-se no Secretariado Diocesano de Liturgia, após o Decreto episcopal de 1993. Desde então, a inventariação e informatização dos bens culturais da diocese impõem-se como prioridade na salvaguarda, defesa e conservação dos bens culturais da Diocese do Porto.
Conhecer, divulgar, estudar, despertar o interesse e o gosto e sensibilizar as comunidades, os seus responsáveis, dar a conhecer, educar e formar, têm sido as principais acções do Departamento dos Bens Culturais da Diocese do Porto (BCDP).

A Diocese do Porto, com cerca de 2.200.000 habitantes, mais de mil lugares de culto, 477 paróquias, espalhadas pelos distritos de Porto e Aveiro, possui património cultural religioso, tão notável quanto desconhecido. O inventário constitui, por isso, a acção primeira que se volta para o estudo, a gestão e o turismo.

O Departamento dos Bens Culturais – SDL aposta fortemente nestas vertentes e procura envolver toda a Diocese do Porto.

Na realização do projecto, tem-se dado relevo ao envolvimento das comunidades, nas acções empreendidas. Para tanto, têm-se realizado acções formativas nas Vigararias (concelhos), de forma a interessar o maior número de pessoas no conhecimento e reconhecimento do seu património, como legado, memória, testemunho, identidade, comunicação, divulgação, apreço e uso congruente.

Desde 2006 que este Departamento, tem vindo a intervir directamente na inventariação dos bens móveis e imóveis, com especial destaque nas áreas da Ourivesaria, Paramentaria, Escultura e Pintura. Uma equipa de técnicos inventariantes com formação permanente nas mais diversas áreas foi preponderante. O apoio de equipas de voluntários (recrutados pelo seu conhecimento, experiência, interesse e capacidade) apresentadas pelos párocos, que foram sendo formandos tem sido um factor de destaque no desenvolvimento da acção.

OBJECTIVOS


- Planear e implementar a realização do inventário diocesano, de forma exaustiva, actualizada e científica dos bens culturais da Diocese;
- Potenciar a utilização do inventário nas perspectivas cultural e pastoral;
- Levar as comunidades ao conhecimento e apreço do seu património;
- Evitar a dispersão dos bens culturais e integrá-los num conjunto coerente que favoreça a leitura da sua mensagem;
- Introduzir boas práticas na utilização dos bens culturais e favorecer o seu uso adequado;
- Estruturação e formação das equipas paroquiais dos bens culturais.

 

© Departamento dos Bens Culturais da igreja